Marcações: Gaia: 223 754 351 * Feira: 256 802 348 *
Agendar Consulta
Marcação de Consulta

Antes e depois do aparelho dentário: o guia completo para transformar o sorriso

Daniela Paiva Diretora Clínica, Médica Dentista, Ortodontia e Odontopediatria

Gostava de saber ao certo o poder de um tratamento ortodôntico? Conhecer o antes e depois de cada aparelho dentário permite descobrir que tipo de casos podem ser tratados e as mudanças que ajudam a alcançar.

Estas informações são importantes para quem pondera realizar este tratamento. É o seu caso? Então, leia este artigo: vamos explicar que opções existem e apresentar alguns casos reais da Medway, para que perceba que aparelho poderá ser útil para si.

Ortodontia: o que é e que soluções oferece

A Ortodontia foca-se em corrigir a posição dos dentes, quando estes se encontram desalinhados. Ao mesmo tempo, também resolve desajustes da mordida e problemas de encaixe dos maxilares, conhecidos como problemas de oclusão.

Ao corrigir tais situações, esta especialidade contribui para melhorar a estética da boca e a sua funcionalidade, a nível de mastigação, por exemplo. Também favorece a saúde oral, ao favorecer uma boca mais limpa e livre de bactérias.

Para cumprir o seu papel, a Ortodontia usa aparelhos dentários que, colocados em contacto com os dentes, aplicam forças específicas para os alinhar. Também são estas forças que corrigem os problemas de mordida e oclusão.

Existem dois grandes tipos de aparelhos dentários. Veja:

  • Aparelho dentário fixo: é um aparelho metálico, que apresenta estruturas coladas nos dentes – os brackets. A sua versão mais recente é o aparelho autoligado, cujos brackets dispensam as tradicionais borrachinhas;
  • Aparelho dentário invisível: recorre a alinhadores transparentes removíveis que encaixam nos dentes.

Problemas que a Ortodontia trata

Já vimos que os aparelhos fixos ou invisíveis permitem tratar dentes desalinhados, mordidas desajustadas e oclusões desadequadas. Mas que casos específicos resolvem? Veja:

  • Dentes apinhados – quando os dentes se sobrepõem entre si;
  • Dentes afastados (ou diastemas) – quando existe demasiado espaço entre os dentes;
  • Mordida aberta – quando os dentes frontais de cima são incapazes de tocar nos de baixo;
  • Mordida cruzada – quando alguns dentes superiores estão recuados em relação aos inferiores;
  • Prognatismo – quando os dentes inferiores ultrapassam os superiores;
  • Sobremordida – quando os dentes superiores se sobrepõem demasiado em relação aos inferiores.

Conheça o antes e depois do aparelho dentário fixo

Os aparelhos dentários fixos metálicos permanecem sempre na boca. Portanto, as pressões que exercem são constantes, favorecendo a resolução de diversos quadros clínicos, com diferentes graus de complexidade.

Vamos explorar o antes e depois do aparelho dentário fixo autoligado e conhecer alguns exemplos de casos que permite tratar.

Caso 1

Este era um caso de dentes apinhados, mais evidentes no maxilar inferior.

Tal condição pode resultar da falta de espaço no maxilar, por questões genéticas ou por problemas de desenvolvimento. Dispensar o tratamento aumentaria o risco de doenças orais, como cáries, gengivites ou periodontites, para além de impactar a estética do sorriso.

O uso de aparelho autoligado permitiu contornar estes problemas. Alargou a arcada dentária e criou espaço para que os dentes se alinhassem de forma correta. O resultado foi uma dentição muito mais harmoniosa.

Caso 2

Neste caso, o problema a tratar era uma mordida aberta, onde existia um espaço entre os dentes superiores e os inferiores, ao fechar a boca.

A mordida aberta pode ter várias causas, entre as quais fatores genéticos ou o uso excessivo de chupeta, por exemplo. O não tratamento poderia:

  • Acentuar problemas de oclusão;
  • Afetar a dicção e a respiração;
  • Provocar uma tensão excessiva nos músculos e articulações mandibulares.

Este tratamento de Ortodontia contribuiu para evitar as complicações possíveis da mordida aberta, ao ajustar o encaixe dos maxilares, com movimentos específicos bem planeados. Analisando o antes e depois do aparelho dentário neste caso, concluímos que a oclusão se tornou perfeita.

Caso 3

O paciente deste caso apresentava diastemas, em especial entre os dentes superiores frontais.

Este problema pode ser causado por:

  • Diferenças de tamanho entre os dentes;
  • Uso excessivo de chupeta;
  • Falta de um ou mais dentes;
  • Hábito de respirar pela boca;
  • Pressão com a língua nos dentes.

Sem tratamento, poderiam existir dificuldades na dicção e na mastigação e o risco de doenças periodontais também aumentaria.

Ao aplicar forças precisas para fechar os diastemas, o aparelho autoligado garantiu uma dentição mais uniforme e contínua. Ao mesmo tempo, permitiu alinhar os dentes no geral.

Descubra o antes e depois do aparelho dentário invisível

O aparelho invisível tem sido muito desenvolvido ao longo do tempo. Hoje é muito tecnológico e provoca forças muito precisas. O mais conhecido, o Invisalign, pode ainda incluir acessórios que ajudam nas movimentações dentárias. É por estes motivos que a Ortodontia invisível também consegue resolver diversos quadros clínicos com eficácia.

Vamos conhecer o antes e depois do aparelho ortodôntico Invisalign, com exemplos de alguns casos.

Caso 1

Este paciente apresentava uma mordida cruzada, entre outros problemas. Problemas como este podem ter origem em fatores genéticos ou no desenvolvimento anormal dos dentes definitivos.

Sem tratamento, esta condição poderia provocar problemas sérios como:

  • Desgaste dentário;
  • Recuo da gengiva;
  • Perda óssea;
  • Bruxismo (ato involuntário de ranger ou apertar os dentes);
  • Problemas de mastigação e dicção;
  • Fratura e perda de dentes;
  • Disfunções na articulação da mandíbula.

O aparelho invisível Invisalign conseguiu tratar o problema e evitar estas complicações, ao aplicar pressões certeiras em determinados pontos para ajustar o encaixe dos dentes, que promoveram uma oclusão adequada.

Caso 2

O prognatismo era o problema base deste caso clínico.

Esta condição pode estar relacionada com causas genéticas ou hereditárias e também com quadros de respiração oral (pela boca). Sem tratamento, afetaria a mastigação dos alimentos e poderia provocar desgaste dentário, problemas na articulação mandibular ou dificuldades de dicção.

Com o tratamento, foi possível alinhar a mordid e resolver o problema da oclusão. Assim, as diferenças do antes e depois do aparelho dentário Invisalign foram muito evidentes, promovendo uma dentição mais funcional.

Caso 3

Este paciente apresentava uma sobremordida com sobreposição muito evidente dos dentes superiores em relação aos inferiores.

Condições como esta, também conhecidas como mordida profunda, têm como causas prováveis a perda de dentes, fatores genéticos e hereditários ou ainda o uso de força excessiva na mastigação. Na ausência de tratamento, podem surgir problemas periodontais, quadros de bruxismo, recuo da gengiva, distúrbios na articulação mandibular, entre outras consequências.

O aparelho invisível Invisalign atuou sobre o osso maxilar para promover o alinhamento dos dentes, conseguindo uma oclusão mais equilibrada.

Saiba mais sobre aparelhos dentários e conheça a solução de Ortodontia ideal para si

Agora já sabe que tipo de casos cada aparelho pode tratar e que resultados podem trazer. Mas, para definir com certeza a opção mais indicada para si, é crucial consultar um médico especialista em Ortodontia.

Na Medway, temos ortodontistas experientes que avaliam cada caso em particular e estabelecem planos de tratamento personalizados. Graças ao seu conhecimento na área e experiência, aconselham o aparelho que será mais útil para a sua situação em particular.

Também ajudamos a conhecer o antes e depois do aparelho dentário para cada caso, para se sentir mais confiante na escolha.

Marque uma consulta e aproveite as mudanças que a Ortodontia reserva para si.

Artigos recentes

Cuidados especiais com a saúde oral nos meses frios: como cuidar dos dentes no inverno?

Neste artigo, fique a saber como manter a saúde oral no inverno e os cuidados a ter com os dentes nos meses frios.

Saber mais
A idade certa para colocar botox: saiba quando pode ou deve realizar o tratamento

Em que idade se deve aplicar botox? Será que existe uma altura ideal? Conheça aqui todas as respostas agora e saiba quando realizar o tratamento.

Saber mais
Como funciona o implante de carga imediata? Tudo o que deve saber sobre o tratamento

Entenda como ter dentes novos num dia com um implante de carga imediata! Leia este artigo, conheça as vantagens e quem pode realizar o tratamento.

Saber mais