O poder do Ácido Hialurónico para um Rejuvenescimento Facial

Devolver ao rosto um aspeto jovem é o grande desejo de quem vê as suas feições alteradas pelos sinais da idade. Se é o seu caso, tem de conhecer o Ácido Hialurónico e a forma como promove o Rejuvenescimento Facial.

Trata-se de um procedimento simples, embora eficaz e com excelentes vantagens, tornando-se num dos métodos mais procurados, mesmo numa área marcada pelo surgimento constante de novas técnicas, como a Medicina Estética.

Para que conheça bem as suas opções, hoje vamos explicar-lhe tudo sobre este composto.

 

Qual o papel do Ácido Hialurónico na manutenção de um aspeto jovem?

À semelhança do que acontece com todos os órgãos do corpo, a pele também envelhece, surgindo alterações na sua hidratação, elasticidade e aspeto, graças ao declínio na concentração de certas substâncias, entre as quais o Ácido Hialurónico.

Este composto está presente no nosso organismo desde sempre, sendo responsável pela manutenção de uma pele e tecido conjuntivo saudáveis. O que acontece é que, com o avançar da idade, a velocidade com que é produzido é incapaz de acompanhar a velocidade com que se destrói. O resultado é a perda de sustentação do tecido cutâneo, que começa a formar espaços entre as suas células, tornando-se flácido e envelhecido, além de desidratado.

 

Para eliminar ou atenuar estes efeitos, é necessário repor os níveis desta substância, que, além de devolver um aspeto saudável à pele no geral, permite, em particular:

  • Suavizar rugas e linhas de expressão marcadas;
  • Repor o volume perdido de certas áreas do rosto;
  • Preencher sulcos, como as olheiras ou marcas de acne;
  • Restituir uma normal hidratação cutânea;
  • Recuperar a firmeza da pele.

Além disso, possibilita ainda alinhar as proporções do rosto. É por isso que o Ácido Hialurónico é considerado um dos tratamentos de Harmonização Facial.

A esta capacidade de eliminar ou disfarçar marcas de envelhecimento, esta substância pode ainda aliar uma função preventiva, retardando o aparecimento das mesmas.

 

Pedir Orçamento Gratuito

 

Como repor os níveis de Ácido Hialurónico no organismo?

O Rejuvenescimento Facial com o Ácido Hialurónico pode ser realizado de várias formas, dependendo do objetivo do tratamento e das necessidades do paciente.

Uma delas diz respeito à aplicação tópica de cremes com este composto, incluída nas rotinas de cuidados faciais. Outra alternativa é a toma diária de cápsulas por via oral.

Ainda assim, a melhor técnica para conseguir efeitos visíveis é através da injeção de Ácido Hialurónico sintético diretamente na pele, nos locais que mais precisam de intervenção, como lábios, maçãs do rosto, olheiras, rugas, queixo ou zona da mandíbula. Isto permite administrar o produto de forma mais direcionada, contribuindo para um melhor resultado.

 

Como funciona a Injeção de Ácido Hialurónico?

Apesar de sintético, o Ácido Hialurónico injetado é compatível com o organismo, sendo, por isso, seguro, dispensando reações.

Mas como se desenrola o processo?

1. É administrada anestesia local para garantir o máximo conforto ao paciente;

2. Injeta-se o composto sintético em forma de gel no ponto alvo pré-determinado, com a ajuda de agulhas muito finas, de forma lenta e controlada;

3. Repete-se o processo em todos os locais a intervencionar.

Com o tempo, esta substância vai sendo absorvida pelo organismo, sendo necessário repetir o procedimento de tempos a tempos para manter os resultados.

 

 

Quando e quem deve realizar o procedimento?

Como já vimos, a injeção de Ácido Hialurónico pode ser utilizada como medida de prevenção, pelo que pode começar a ser executada quando a concentração deste composto no corpo começa a diminuir, regra geral entre a segunda e terceira década de vida.

Em alternativa, pode fazê-lo quando os primeiros sinais de envelhecimento começam a aparecer.

Embora possa ser realizada na grande maioria dos casos, como qualquer procedimento estético esta técnica tem algumas contraindicações, sendo desaconselhada para casos conhecidos de hipersensibilidade à substância, em situações de infeção ativa ou quando existe histórico de reações alérgicas agravadas.

 

Após o Tratamento – o que esperar?

No final do procedimento, e durante os primeiros dias, é normal sentir alguma sintomatologia, como vermelhidão, dor, inchaço ou comichão nas zonas intervencionadas, mais relacionada com a injeção do que com a substância em si. Para atenuar estas queixas, pode colocar gelo algumas vezes por dia.

Quanto aos resultados, evidências comprovam a eficiência do Ácido Hialurónico no rejuvenescimento da pele, em especial no que toca à sua elasticidade e suavidade.

Além do mais, estes efeitos são imediatos, ainda que o resultado definitivo apenas seja passível de observar uns dias ou semanas após a intervenção, quando todo o eventual inchaço deixa de existir.

A duração dos resultados depende da resposta de cada organismo ao tratamento, do caso clínico e da quantidade de substância administrada, podendo prolongar-se, em certos casos, por uns meses ou um ano (ou até mais), até ter de ser reposta.

 

Pedir Orçamento Gratuito

 

Procure parceiros experientes para conseguir um rosto rejuvenescido

Com todas as vantagens que oferece, a aplicação de Ácido Hialurónico no rosto permite recuperar uma autoconfiança e autoestima que por vezes se perde graças às imperfeições visíveis.

Contudo, para que tal seja possível, é fundamental procurar especialistas que, primeiro, farão uma avaliação do seu caso, analisando as suas necessidades e confirmando se se trata do procedimento mais indicado para si, e, depois, procederão à realização criteriosa da terapêutica.

Encontra na MEDWAY uma equipa experiente que lhe garante um acompanhamento individualizado, permitindo recuperar um Rejuvenescimento Facial com a aplicação adequada de Ácido Hialurónico. Com esta ajuda, quando se olhar ao espelho deparar-se-á com a melhor versão da sua pele!

Dr.ª Daniela Oliveira Ver mais informações
Médica Dentista, Harmonização Orofacial
Anterior8 Perguntas Frequentes sobre o Aparelho Autoligado
Seguinte9 coisas que tem de saber antes de pôr um Aparelho Dentário