Passo-a-passo da Reabilitação Dentária – conheça o processo para ter um novo sorriso

Se sente insatisfação com o seu sorriso, seja por questões estéticas, funcionais ou ambas, isso já é razão suficiente para conhecer o que a Reabilitação Dentária pode fazer pelo seu caso e de que forma.

É verdade que se trata de um tratamento individualizado, mas existem algumas etapas basilares que contribuem para o alcance de bons resultados. Conhecê-las permite que todo o processo seja vivido com maior confiança.

Neste artigo vamos dar-lhe a conhecer as etapas de um tratamento de Reabilitação Dentária e os tipos de procedimentos que este pode incluir.

 

Qual o objetivo do processo de Reabilitação Dentária?

A Reabilitação Dentária (ou Reabilitação Oral) é um tipo de tratamento que engloba diversas técnicas e especialidades odontológicas de reconstrução parcial ou completa das estruturas da boca – dentes, ossos e gengivas -, até que atinjam as suas condições ideais.

O objetivo é restaurar tanto a estética como a funcionalidade e saúde da boca, nos casos em que estas são afetadas por problemas orais como:

  • Ausência de dentes (parcial ou total);
  • Desalinhamento dentário;
  • Dentes partidos ou com cáries;
  • Inflamações nas estruturas da boca;
  • Distúrbios articulares ou musculares;
  • Má oclusão;
  • Alteração no aspeto da dentição.

 

Ao tratar este tipo de condições, usufrui em pleno dos benefícios da Reabilitação Oral:

  • Aumento da autoestima, com efeitos positivos em todas as áreas da vida;
  • Proteção da saúde oral, beneficiando também a saúde geral;
  • Otimização do processo mastigatório, melhorando, por consequência, a digestão;
  • Melhoria da dicção, reduzindo constrangimentos;
  • Eliminação de possíveis dores, melhorando a qualidade de vida.

 

Pedir Orçamento Gratuito

 

Conheça as Etapas da Reabilitação Dentária

Etapas da reabilitação dentária1. Avaliação do caso clínico

O processo de Reabilitação Oral começa com a avaliação profissional. Nesta fase, o especialista irá analisar de forma criteriosa as suas estruturas orais para identificar o seu problema, através de exames e meios de diagnóstico como:

  • Ortopantomografias;
  • Raio-x;
  • Moldagens das arcadas dentárias;
  • Tomografias computorizadas;
  • Fotografias das arcadas dentárias.

 

O especialista irá ainda estudar o seu histórico clínico e possíveis causas da sua condição, assim como tentar perceber as suas expectativas e os resultados que espera alcançar.

 

2. Definição da estratégia terapêutica e planificação do tratamento

Após a fase de diagnóstico, com base nas conclusões tiradas, define-se a estratégia terapêutica, optando por aquela que permitirá alcançar os resultados esperados com maior eficiência.

Já vimos que um tratamento de Reabilitação Oral pode agregar várias técnicas e procedimentos diferentes, exigindo uma equipa multidisciplinar, ou apenas um. Tudo depende da sua condição.

Quando a solução passa por relacionar várias técnicas odontológicas, nesta etapa define-se também a sequência com que serão realizadas, de acordo com as necessidades de cada paciente.

Uma vez escolhidas as técnicas a realizar, é preciso planificar o processo, definindo cada etapa de cada procedimento, os parâmetros em que serão realizados e as mudanças que permitirão alcançar.

Hoje em dia, em determinados tratamentos, é possível recorrer a métodos avançados de planeamento digital que permitem visualizar o resultado, aumentando a previsibilidade.

 

3. Execução do tratamento

Quando o processo de tratamento exige a combinação entre várias técnicas de Reabilitação Dentária, regra geral, as primeiras a serem realizadas são aquelas que se relacionam com a saúde da boca e com a eliminação de problemas que a comprometam. Depois, é a vez dos métodos que promovem mudanças estéticas.

A duração do tratamento é variável e depende, em primeiro lugar, da complexidade do caso. Algumas mudanças (as mais simples), podem ser alcançadas apenas numa sessão, tornando o processo rápido.

No entanto, quando o objetivo é restaurar por completo o sorriso e são necessárias alterações mais complexas, o tratamento pode ser longo, prolongando-se por algumas semanas ou meses.

Esta duração, por vezes, também depende do grau de comprometimento dos pacientes e da própria resposta do organismo às técnicas implementadas.

 

4. Acompanhamento pós-tratamento

Seja qual for a estratégia terapêutica escolhida, todas exigem acompanhamento posterior regular para monitorizar resultados e realizar ajustes ao plano, se necessário.

A periodicidade e a natureza das consultas de rotina são definidas consoante o tratamento realizado.

 

 

Tipos de Tratamento possíveis na Reabilitação Oral

Para alcançar as mudanças necessárias nas estruturas orais e restituir a funcionalidade e aspeto da boca, podem ser realizadas uma ou várias das seguintes técnicas de Reabilitação Dentária, cada uma com a sua função:

 

Pedir Orçamento Gratuito

 

Onde realizar a Reabilitação Dentária e alcançar os resultados que procura?

Sabendo que cada caso é um caso e que diferentes situações clínicas exigem diferentes tratamentos, deve escolher parceiros de confiança e com experiência para realizar o diagnóstico e iniciar o processo de recuperação de um sorriso harmonioso.

A MEDWAY conta com recursos de última geração para efetuar avaliações e planeamentos de tratamento criteriosos e com uma equipa multidisciplinar capaz de efetuar os vários tipos de técnicas.

Peça um orçamento para uma Reabilitação Oral e conheça as soluções para o seu caso, para que possa recuperar a sua qualidade de vida o quanto antes.

Dr.ª Filipa Santos Ver mais informações
Médica Dentista
AnteriorAs 10 dúvidas mais frequentes sobre Ácido Hialurónico
SeguinteAntes e Depois de colocar Facetas Dentárias – veja as diferenças com casos reais