Marcações: Gaia: 223 754 351 * Feira: 256 802 348 *
Agendar Consulta
Marcação de Consulta
Medicina Dentária

Sensibilidade dentária: como prevenir ou tratar

Maria Inês Mateus Médica Dentista, laserterapia

É um pesadelo para muitos portugueses e pode tornar o dia-a-dia num martírio. A sensibilidade dentária está na base da dor de dentes e do desconforto que vai e vem, mas não desaparece. Se desconfia que sofre de sensibilidade dentária, continue a ler e saiba tudo sobre este problema que afeta milhões de pessoas em todo o mundo.

O que é a sensibilidade dentária?

A sensibilidade dentária pode ter origens diversas e caracteriza-se por uma dor aguda sempre que ingerimos alimentos frios ou quentes.

É muito importante que marque uma consulta num médico dentista se esta condição persistir porque a sensibilidade dentária é sinal de que a nossa saúde oral está com alguma anomalia.

Detetar as causas que estão na base da sensibilidade nos dentes é o primeiro passo a dar. E isso só é possível através de um diagnóstico completo de um especialista.

Quais as causas da sensibilidade dentária?

Para compreender melhor porque tem dentes sensíveis, importa, antes de mais, conhecer a constituição de um dente. Cada um dos nossos dentes é composto pelo esmalte, pela dentina e pela polpa.

O primeiro é a camada externa do dente, a parte mais dura e que constitui a proteção mais forte da dentição. A dentina tem como função a proteção da polpa e é mais macia do que o esmalte. Por sua vez, a polpa - a parte de dentro do dente - alberga os nervos.

Posto isto, quando há erosão do esmalte, a dentina fica exposta às temperaturas frias ou quentes, o que provoca dores agudas. Quando isso sucede, estamos perante um caso de sensibilidade dentária.

Mas, quais as principais causas da sensibilidade dentária?

Escovagem demasiado agressiva

Escovar os dentes com demasiada agressividade, pode provocar o desgaste do esmalte e, por consequência, a sensibilidade dos dentes.

Higiene oral errada

Uma má higiene oral pode permitir a formação de placa bacteriana, que, por sua vez, pode causar cáries e outras doenças.

Consumo excessivo de bebidas ácidas

Este é mais um dos motivos da erosão do esmalte e que pode contribuir para o aparecimento da sensibilidade dentária.

Cárie dentária

As cáries dentárias provocam o desgaste do esmalte e, quando alastram pelo dente, podem causar sensibilidade dentária e dores de dentes.

Bruxismo

O bruxismo, ou hábito de ranger os dentes, causa a erosão do esmalte, o que vai provocar o surgimento de sensibilidade dentária.

Sofre de bruxismo?

Faça o teste e descubra em 3 minutos

Como saber se tem sensibilidade dentária?

Como vimos, as causas para a sensibilidade dentária são várias. Por outro lado, a dor aguda pode estar relacionada com outro tipo de problemas na cavidade oral, alguns deles bastante mais graves, sobretudo infeções.

Mas, como saber se sofre de sensibilidade dentária? Os principais sintomas são uma dor aguda, intensa e temporária, que surge sempre que ingerimos alimentos muito frios, muito quentes, doces ou ácidos.

A melhor forma de saber se sofre de sensibilidade dentária é consultar um médico dentista se a dor aguda coincidir com a ingestão de alimentos ou bebidas muito quentes ou muito frias. A sensibilidade dentária também pode surgir, nalguns casos, quando ingere alimentos muito doces ou muito ácidos.

O ideal é agendar, de pronto, uma consulta no médico dentista para obter um diagnóstico completo e confirmar se a dor que sente está relacionada com sensibilidade dentária.

Como prevenir a sensibilidade dentária?

Manter uma higiene oral completa e eficaz é essencial para prevenir a sensibilidade dentária. Para além da higiene oral, existem outros hábitos que pode adotar:

Consulte o dentista de forma regular

Consultas regulares ao dentista podem ajudar a prevenir várias patologias, muitas vezes até antes de começar a ter sintomas.

Trate o bruxismo

A correção do bruxismo evita o desgaste do esmalte e previne a sensibilidade dentária.

Evite pressão exagerada na escovagem dos dentes

Evite escovar os dentes com demasiada força para não desgastar o esmalte nem provocar problemas nas gengivas. Utilize a escova adequada e a força mais indicada.

Evite determinados alimentos

Evite alimentos como pickles, limão, molho de tomate e outros que tenham demasiada acidez.

Elimine as cáries dentárias

Consulte o seu médico dentista e trate todas as suas cáries dentárias e outros problemas na cavidade oral. Esse tratamento previne a exposição da dentina e o consequente aparecimento de sensibilidade dentária.

Como tratar a sensibilidade dentária?

A melhor forma de tratar a sensibilidade dentária é eliminar o problema que está na sua origem.

Caso sejam cáries dentárias, é conveniente tratá-las o mais rápido possível. Se for bruxismo, deve consultar o médico dentista para saber o que deve fazer.

Se, por outro lado, a causa for menos grave, mantenha uma boa higiene oral, com recurso a uma escova de dentes adequada e a fio dentário.

Lembre-se, o mais importante é realizar um diagnóstico médico para confirmar a existência e origem da sua condição de sensibilidade dentária.

Agora que já sabe as possíveis causas da sensibilidade dentária, evite que o seu problema se agrave e agende já uma consulta num especialista em medicina dentária da MEDWAY para começar hoje mesmo a pôr fim às dores.

Artigos recentes

Cuidados especiais com a saúde oral nos meses frios: como cuidar dos dentes no inverno?

Neste artigo, fique a saber como manter a saúde oral no inverno e os cuidados a ter com os dentes nos meses frios.

Saber mais
A idade certa para colocar botox: saiba quando pode ou deve realizar o tratamento

Em que idade se deve aplicar botox? Será que existe uma altura ideal? Conheça aqui todas as respostas agora e saiba quando realizar o tratamento.

Saber mais
Como funciona o implante de carga imediata? Tudo o que deve saber sobre o tratamento

Entenda como ter dentes novos num dia com um implante de carga imediata! Leia este artigo, conheça as vantagens e quem pode realizar o tratamento.

Saber mais