Tipos de Facetas Dentárias – quais as diferenças?

Discretas, de espessura fina e com capacidade para corrigir imperfeições na dentição – falamos de um dos recursos mais promissores na transformação dos dentes, as Facetas Dentárias. Funcionando como revestimento, cimentam-se nas faces externas dos dentes.

Apesar da capacidade transformadora, o objetivo é sempre conseguir um resultado natural. Para isso, hoje existem muitas opções de Facetas, que variam em inúmeros aspetos.

Hoje vamos conhecer quais são para que possa tomar decisões acertadas para o seu caso.

 

Por que deve conhecer bem as diferenças entre Facetas Dentárias?

Cada caso é um caso e por isso é fundamental que existam diferenças entre Facetas Dentárias para suprimir todas as necessidades. Mas também é importante estar a par das mesmas. Porquê?

Porque isso permitirá fazer boas escolhas, conseguindo adaptar o tratamento às suas especificidades. Isto é importante porque escolher o tipo de Faceta Dentária certa para cada caso é o que permitirá alcançar os resultados pretendidos, seja corrigir a cor, tamanho ou o brilho dos dentes, diastemas, falhas ou pequenos desalinhamentos da dentição.

Desta forma, poderá usufruir dos benefícios destes revestimentos, entre os quais:

  • Melhoria da componente estética;
  • Reforço da estrutura dentária;
  • Otimização da funcionalidade da boca.

Lembre-se também que, como as Facetas tendem a durar anos, é importante que sejam adequadas à sua boca para manter o bom resultado.

 

Descubra as principais diferenças entre Facetas Dentárias

Uma das principais vantagens deste tratamento é o facto de ser personalizável, sendo feitas à medida de cada paciente e considerando o que procuram corrigir. Mas existem fatores base que as distinguem. Vamos conhecê-los.

 

1. Material

Este é o principal elemento distintivo das Facetas Dentárias. Podemos dizer que existem dois tipos principais de acordo com o material de fabrico: Facetas de Porcelana e Facetas de Resina.

As primeiras são fabricadas através de um composto cerâmico de alta eficiência. Já as de resina, como o nome indica, são feitas de materiais resinosos.

Existem ainda as lentes de contacto que finos Fragmentos Cerâmicos, variações das anteriores que se distinguem pela sua espessura mais fina.

 

2. Técnica de Colocação

Tirando a fase do planeamento do tratamento, comum a todos os tipos de Facetas, o modo de confeção e colocação pode diferir.

Em determinados casos, os revestimentos são confecionados em laboratório, a partir de moldes produzidos na consulta de avaliação, o que prolonga o tempo do procedimento. Esta variação é conhecida como técnica de colocação indireta e é a que ocorre nas Facetas de Porcelana.

Já os revestimentos de resina são colocados com uma técnica direta, isto é, diretamente no dente do paciente de forma rápida e na mesma sessão.

 

3. Durabilidade e Resistência

 

É verdade que as Facetas Dentárias, graças aos seus constantes desenvolvimentos, são cada vez mais resistentes, o que se reflete na sua durabilidade. No entanto, algumas continuam a ganhar neste ponto. É o caso das Facetas de Porcelana – evidências mostram que, em certos casos, podem atingir os 20 anos de vida útil.

 

as de resina, embora duráveis também, tendem a durar menos no que diz respeito à estabilidade da sua cor, alterando-se com o tempo, resistindo com menor eficácia ao passar do tempo.

 

4. Custo

As Facetas de Porcelana têm um custo mais elevado em relação às de resina: primeiro, porque, como vimos, são mais duráveis e resistentes. Depois, a existência de mais etapas e recursos – avaliação, confeção em laboratório e colocação – também encarece o procedimento.

O custo do tratamento também depende do número de dentes a cobrir e do tipo de cerâmica que escolher na prova – quanto maior e mais sofisticada a cerâmica mais caro será. Sendo que para atingir resultados estéticos favoráveis podem ser combinadas facetas cerâmicas e facetas em resina de forma a complementar o sorriso esteticamente se financeiramente não for possível realizar todos os dentes em cerâmica.

 

5. Necessidade de preparação

Algumas Facetas exigem o desgaste dos dentes para manter o volume normal da dentição, compensando o espaço do revestimento. Quando isto acontece, o desgaste é realizado na parte superficial do esmalte, dispensando perigo para a sua estrutura, ainda que seja irreversível.

No caso das Facetas de Fragmentos Cerâmicos, regra geral este método é desnecessário, já que se tratam de revestimentos ultrafinos.

 

6. Indicação

Certos tipos de Facetas são mais indicados para grandes transformações e de grande exigência, como as de porcelana.as de resina e as de fragmentos cerâmicos apresentam algumas limitações, em especial quanto a alterações na tonalidade ou formato dos dentes, sendo mais indicadas para pequenas transformações.

 

7. Resultados

Já sabemos que estes revestimentos conseguem alcançar efeitos bastante satisfatórios na transformação da maioria dos casos. Todavia, é possível que os resultados sejam mais ou menos perfeitos consoante o material que compõe as Facetas. Por exemplo, as de porcelana conseguem mimetizar de forma quase perfeita os dentes naturais.

Por outro lado, as de resina, apesar de ficarem estéticas na execução alteram-se com o tempo, são também mais suscetíveis a alterações de cor com o passar do tempo, ao contrário das de porcelana, que se mantêm mais estáveis.

 

8. Cuidados de Manutenção

A colocação de Facetas Dentárias exige acompanhamento periódico para ir monitorizando o seu estado. Ainda assim, nas de resina esta necessidade é mais frequente, em especial quanto à higienização. Porquê? Porque podem pigmentar com maior facilidade, ao contrário das de porcelana, que se mantêm mais estáveis.

 

Procure ajuda experiente para conseguir o resultado perfeito com as Facetas Dentárias

Agora que já percebeu que existem muitas variantes nos tipos de Facetas Dentárias e aspetos que as distinguem, é hora de escolher os parceiros que, primeiro, avaliarão se este é o procedimento perfeito para si e, depois, qual o revestimento a usar.

Além do mais, ajudarão também a definir todos os parâmetros das suas Facetas, tendo em conta os seus desejos e expetativas, assim como as características da sua dentição e gengivas.

Na MEDWAY encontra profissionais capazes de lhe explicar ao pormenor as diferenças entre Facetas Dentárias e de lhe proporcionar a avaliação e o aconselhamento certo. A partir daí, estará mais perto que nunca de voltar a sorrir com vontade!

Dr.ª Joana Monteiro Ver mais informações
Médica Dentista, Endodontia e Reabilitação Estética
Anterior9 Mitos e Verdades sobre o Aparelho Invisalign
SeguinteReabilitação Oral: quais os melhores Tratamentos para um sorriso perfeito?