Marcações: Gaia: 223 754 351 * Feira: 256 802 348 *
Agendar Consulta
Marcação de Consulta
Medicina Dentária

Tudo sobre Bruxismo Infantil: o que é, quais as causas e como tratar o problema

Daniela Paiva Diretora Clínica, Médica Dentista, Ortodontia e Odontopediatria

Cuidar da saúde da boca é fundamental desde a infância. Assim, é importante saber que problemas podem afetar o estado das estruturas orais desde cedo. Sofrer de Bruxismo infantil é um deles.

Mas o que é o Bruxismo? Como se manifesta nas crianças? Será que há formas de o detetar e tratar? É normal que estas questões assolem a mente dos pais, caso desconfiem do problema. É essencial responder-lhes, para que saibam o que fazer nessas situações.

Neste artigo vamos explicar tudo sobre o Bruxismo infantil, para que contribua para proteger a saúde oral das crianças.

O que é o Bruxismo Infantil?

O Bruxismo é uma disfunção que resulta do excesso de atividade dos músculos mastigatórios. Manifesta-se através de um movimento involuntário de apertar e/ou ranger os dentes, de maior ou menor intensidade.

Apesar de poder afetar também os adultos, este problema pode começar a surgir em idades muito precoces, antes dos 6 anos. Na verdade, o Bruxismo infantil é muito comum, sendo uma das condições orais mais encontradas em crianças.

Pode manifestar-se durante o dia, mas é no período noturno que é mais frequente, graças ao estado de inconsciência ao dormir.

O que pode provocar Bruxismo Infantil?

Até cerca dos 8 anos, o Bruxismo nas crianças é considerado mais ou menos normal, dispensando uma causa patológica. O movimento que o caracteriza está associado à maturação das estruturas da boca e à sua estabilização e posicionamento. Além disso, na infância pode haver muita atividade durante o sono, o que potencia o Bruxismo.

Contudo, outros fatores podem desencadear o problema, relacionados com o estado emocional da criança. Por exemplo, algumas evidências mostram que estados de ansiedade e stress podem provocar Bruxismo infantil.

Assim sendo, situações como alterações de rotina - chegada de um novo irmão, mudança de escola ou divórcio dos pais – ou problemas escolares podem aumentar o risco de o desenvolver.

Existem ainda outros fatores que podem aumentar essa probabilidade, como por exemplo:

  • Instabilidade do sono;
  • Aspetos genéticos;
  • Má oclusão (encaixe dos maxilares) ou desalinhamento dos dentes;
  • Doenças respiratórias (como asma);
  • Problemas estomacais (como refluxo gastroesofágico);
  • Certos medicamentos;
  • Hiperatividade.

Em determinadas situações, o problema pode derivar de várias destas causas.

Quais os sinais de Bruxismo Infantil?

O Bruxismo apresenta alguma sintomatologia típica, sendo a mais comum o próprio apertar ou ranger de dentes. Ter um sono muito agitado ou despertares frequentes são também sinais que podem indiciar o problema.

Os pais têm um papel fundamental na identificação destes sintomas. Porquê? Primeiro porque, pela precocidade da idade, as crianças podem ser incapazes de os reconhecer. Depois, porque alguns sinais só são notórios durante o sono, quando se encontram inconscientes.

Existem outros sinais podem sugerir Bruxismo e que os pais podem identificar ao questionar a criança, como:

  • Tensão muscular na face;
  • Dor ou dificuldade em abrir e fechar a boca;
  • Dor ou zumbido nos ouvidos;
  • Estalidos na articulação da mandíbula ao abrir/fechar;
  • Dor de cabeça frequente na zona das têmporas;
  • Falta de equilíbrio ao andar ou levantar;
  • Desalinhamento dentário ou problemas de oclusão.

Sofre de bruxismo?

Faça o teste e descubra em 3 minutos

O que fazer se uma criança apresenta sinais de Bruxismo Infantil?

Ainda que o Bruxismo possa ser normal em certas fases da infância, é essencial recorrer a profissionais de Medicina Dentária no caso de se identificarem sintomas, para realizar uma avaliação e diagnóstico.

Este processo é realizado com base nas queixas partilhadas e, quando necessário, é complementado com exames, como Raio-x e Polissonografia. Desta forma, permite:

  • Ter a certeza se a criança sofre de Bruxismo;
  • Saber quais as causas mais prováveis do problema;
  • Conhecer os contornos do quadro clínico (intensidade, prevalência diurna ou noturna, entre outros).

Com base nestas informações, será possível delinear o melhor plano para:

  • Evitar o agravamento das queixas e o surgimento de consequências, como o desgaste dentário;
  • Resolver as causas do problema, se possível.

Que tratamentos existem para o Bruxismo Infantil?

Quando o Bruxismo se confirma, após um diagnóstico, é estabelecida uma estratégia de tratamento personalizada, com base nos dados específicos de cada criança e na origem da condição. Esta pode correlacionar várias especialidades – psicologia, ortodontia, entre outros.

Ainda assim, o método mais usado para tratar ou reduzir o Bruxismo infantil é a utilização de goteiras oclusais, feitas à medida da boca da criança. Estas tendem a usar-se à noite, encaixadas nos dentes. O seu papel é evitar o contacto entre eles, prevenindo o desgaste e outras consequências. Em certos casos, o seu uso pode também servir para inibir o movimento que provoca o problema, impedindo a sua repetição.

É possível prevenir o aparecimento de Bruxismo Infantil?

Uma vez que o Bruxismo nas crianças pode ser uma consequência do desenvolvimento da boca ou até de fatores genéticos, nem sempre é possível evitar que se manifeste.

Porém, existem algumas medidas que podem ser úteis nesta prevenção ou, pelo menos, na redução das consequências e sintomas do problema. São exemplos a implementação de estratégias para reduzir a ansiedade/stress e melhorar a qualidade do sono, como:

  • Deitar sempre à mesma hora;
  • Evitar estímulos antes de dormir;
  • Proporcionar um ambiente escuro e silencioso para dormir;
  • Tomar banho antes de dormir para relaxar.

Onde pode pedir uma avaliação da sua criança e perceber se sofre de Bruxismo Infantil?

Já sabemos que, no caso de existirem sintomas que sugerem Bruxismo infantil, é importante levar a criança a uma consulta de avaliação. Mas qual o melhor sítio?

O ideal é que escolha locais de confiança, com profissionais certificados. Na Medway contamos com uma equipa especialista em cuidados pediátricos que pode avaliar a sua criança e chegar a um diagnóstico. Caso se confirme o quadro de Bruxismo, conseguimos também definir o método de tratamento mais adequado e eficaz.

Conte com o nosso apoio para proteger a saúde dos mais novos.

Artigos recentes

Cuidados especiais com a saúde oral nos meses frios: como cuidar dos dentes no inverno?

Neste artigo, fique a saber como manter a saúde oral no inverno e os cuidados a ter com os dentes nos meses frios.

Saber mais
A idade certa para colocar botox: saiba quando pode ou deve realizar o tratamento

Em que idade se deve aplicar botox? Será que existe uma altura ideal? Conheça aqui todas as respostas agora e saiba quando realizar o tratamento.

Saber mais
Como funciona o implante de carga imediata? Tudo o que deve saber sobre o tratamento

Entenda como ter dentes novos num dia com um implante de carga imediata! Leia este artigo, conheça as vantagens e quem pode realizar o tratamento.

Saber mais