Tudo sobre o uso de Prótese Dentária Removível: quais os diferentes tipos e quanto tempo dura?

Desengane-se se pensa que usar uma Prótese Dentária Removível é uma solução ultrapassada. Este tratamento tem vindo a sofrer melhorias. Por isso, ainda pode ser muito útil para restabelecer uma dentição completa e melhorar a sua autoestima.

Mas, antes de avançar para uma eventual escolha por esta solução, é preciso saber quais os tipos de Próteses Removíveis que existem, quanto tempo duram e que cuidados exigem.

Com este artigo vai conhecer todas estas informações, para que possa tomar decisões informadas.

 

Como é o tratamento com uma Prótese Dentária Removível?

Como qualquer Prótese Dentária, os modelos removíveis têm como objetivo substituir a falta de dentes. A sua maior particularidade está na possibilidade de o paciente remover a estrutura da boca, sem ajuda do dentista. Isto é possível porque está assente nos dentes que sobram ou nas gengivas, em vez de estar fixa ao osso maxilar.

Esta forma de colocação na boca faz com que as Próteses Removíveis possam ser usadas em diversos casos, como por exemplo quando existe pouca consistência óssea. Além disso, também podem ser utilizadas em casos de perda parcial ou total de dentes.

Seja qual for a situação, por restabelecerem uma dentição contínua, estas Próteses permitem melhorar a estética e a funcionalidade da boca. Existem ainda outras vantagens específicas ao utilizar uma Prótese Dentária Removível:

  • São mais económicas, porque o tratamento é mais simples;
  • Facilitam a higiene, porque podem ser retiradas para escovar;
  • Proporcionam um aspeto natural, pois reproduzem o formato e cor dos dentes e gengivas;
  • Dispensam períodos de recuperação, porque são colocadas sem cirurgias;
  • Oferecem um resultado imediato, porque são colocadas logo após a sua confecção.
     

Quais os diferentes tipos de Próteses Dentárias Removíveis?

Além de poderem ser parciais ou totais, estas Próteses podem ser fabricadas em diferentes materiais, o que lhes confere características específicas.

 

Prótese Dentária Removível Acrílica para perdas de dentes totais ou parciais

Estas Próteses são feitas numa resina acrílica biocompatível que imita a tonalidade das estruturas orais. Também conhecidas como dentaduras, assentam nas gengivas, quando a perda de dentes é total, ou nos dentes que sobram, quando a perda é parcial.

Quando colocadas no maxilar superior, apoiam-se ainda no céu da boca.

Graças ao material em que são confecionadas, costumam ser a opção mais económica, embora menos resistente. Como ocupam mais espaço na boca, requerem um maior período de adaptação.

 

 

Prótese Dentária Removível Esquelética para perdas de dentes parciais

As Próteses Esqueléticas são constituídas por dentes em acrílico, por uma parte metálica e por ganchos que se apoiam na dentição. Por essa razão, só podem ser usadas em casos em que ainda existem dentes saudáveis o suficiente para sustentar a estrutura.

Dado o material metálico, são mais resistentes que as Acrílicas, oferecem maior estabilidade e conforto e ocupam menos espaço na boca. Porém, têm um custo mais elevado.

 

 

Quanto tempo dura uma Prótese Dentária Removível?

Ao contrário do que acontece com as Próteses fixas, que duram para toda a vida, é preciso substituir a Prótese Dentária Removível algum tempo após a sua colocação. Esta necessidade existe porque, com o passar dos anos, as estruturas orais vão sofrendo alterações, muito por culpa do envelhecimento. Desta forma, uma Prótese que antes estava adequada à boca deixa de estar. Por outro lado, também é normal que a estrutura se vá desgastando, o que faz com que o seu estado se deteriore.

Durante um determinado período, estas alterações podem ser contornadas com alguns ajustes, embora, mais tarde, seja inevitável a substituição da Prótese.

O tempo de vida útil de uma Prótese Dentária Removível tem vindo a aumentar, graças aos desenvolvimentos no tratamento. Hoje em dia, pode prolongar-se até por volta dos 5 anos. 

Também o material tem influência nesta durabilidade – como são mais resistentes, as Próteses Esqueléticas duram mais anos.

 

Que sinais alertam para a necessidade de substituir a Prótese Dentária Removível?

Existem diversos indicadores de que uma Prótese Removível precisa de ser substituída. Evitá-los pode fazer com que deixe de cumprir as suas funções ou até provocar lesões.

Então, é importante saber que a estrutura precisa de ser trocada quando:

 

 

O que fazer para aumentar a durabilidade de uma Prótese Dentária Removível?

Ainda que a troca de Prótese seja inevitável, existem alguns cuidados que podem contribuir para que a estrutura mantenha o seu bom estado por mais tempo.

Seguem alguns exemplos:

  • Evitar comer alimentos muito ácidos, duros ou pegajosos, que a possam danificar ou partir;
  • Higienizar de forma adequada, com acessórios próprios;
  • Manusear com cuidado, para evitar que escorregue e quebre;
  • Mergulhar em água quando estiver fora da boca, para que mantenha o formato;
  • Evitar molhar com água quente, para dispensar deformações;
  • Usar pastilhas ou soluções efervescentes próprias, para potenciar a higienização;
  • Comparecer às consultas de rotina, para averiguar o seu bom estado;
  • Resistir a fazer ajustes de forma autónoma, para evitar danos.
     

Como saber se a Prótese Dentária Removível é a solução ideal para si ou qual o tipo certo?

Ainda que as Próteses Removíveis sejam eficazes em muitos casos, ainda é preciso ter a certeza que se adaptam a cada situação em específico e que vão permitir alcançar os efeitos desejados. A única forma de o conseguir é através de um acompanhamento profissional.

Sabia que na Medway contamos com profissionais especializados em Próteses Dentárias? Isto significa que fazemos uma avaliação rigorosa para perceber se este é um tratamento para si e em que moldes. Em caso positivo, temos os meios para fabricar e colocar uma Prótese Dentária Removível adequada e para esclarecer todas as dúvidas existentes.

Este apoio pode ser a solução para uma vida com mais autoestima.

Drª Maria Inês Mateus Ver mais informações
Médica Dentista
AnteriorFacetas Dentárias VS. Coroas Dentárias – quais as diferenças entre os tratamentos e em que casos são usados?
SeguinteColocação de Próteses Dentárias fixas: conheça o processo através de um caso real e veja o antes e depois